Beatrix Potter: a inventora de coelhos não tão doces

você certamente já viu coelhos desenhados com esse traço. mas nem todo mundo sabe que são ilustrações de livros antigos, escritos por Beatrix Potter no início do século XX. nessas histórias, nem sempre os coelhos são meigos como sugerem os desenhos.

*

algumas imagens se tornam tão familiares que nem nos perguntamos de onde vieram e por que sempre estiveram presentes. parecem fazer parte de nossas vidas desde sempre, de modo que nem nos perguntamos de onde vieram. para mim, esse é o caso dos desenhos de Beatrix Potter, uma célebre escritora inglesa que completaria 150 anos em 2016. suas histórias e ilustrações próprias inspiraram e inspiram diversos autores até hoje. quem não conhece esses coelhinhos?

seu primeiro livro, "The Tale of Peter Rabbit", foi publicado em 1902 e depois a personagem de sucesso apareceu em diversas outras histórias. foi escrito na forma de uma carta para animar o filho da tutora de Potter, o qual estava muito doente e a quem ela queria agradar. Peter é um coelho que desobece a mãe e, se aventurando para além da sua casa, enche a barriga na horta do pouco amigável vizinho da família, pagando a consequência de uma bela dor de estômago. não sei se vem daí a fama do coelhinho da páscoa ser guloso, mas talvez!

para além dos bichinhos fofos, a obra de Potter não retata um mundo sem incoerências e maldades. ao contrário, traz personagens ricos e até mesmo assustadores, verdadeiros vilões e finais nem sempre felizes para os bem comportados. a escritora, com grande ousadia, chega a indicar para as crianças que a desobediência e a exploração do mundo são mais divertidas do que o bom comportamento, não sendo muito perigosas quando se corre o risco. isso tudo em uma época em que as crianças eram criadas de maneira rígida e as mulheres deviam se conformar ao papel de boas mães e donas de casa.

a principal fonte de inspiração de Beatrix Potter foi sua vivência de longas férias na fazenda, em que, quase sempre solitária, observava os animais. esse contato com a natureza levou-a a ser uma grande defensora da preservação das florestas, missão que a acompanhou por toda a vida, assim como a literatura.

em português, a obra dela está reunida na coletânea "As aventuras de Pedro Coelho". vale a pena ler e, nessa páscoa, trocar os chocolates por livros!

___

para ler mais sobre o lado não tão doce de Beatrix Potter, recomendo esse artigo em ingles: http://www.theguardian.com/books/2006/dec/07/booksforchildrenandteenagers

Recent Posts
Archive
  • White Facebook Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Instagram Icon